---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

História

Publicado em 11/12/2014 às 15:02 - Atualizado em 11/12/2014 às 15:05

Sangão passou a ser distrito em 02 de março de 1934 de acordo com o Decreto Estadual 531, recebendo o nome de "24 de Outubro", ficando então desmembrado do Distrito de Jaguaruna. O Distrito de "24 de Outubro", foi instalado em 02 de abril do mesmo ano, sendo sua sede elevada à categoria de Vila, pela Lei Estadual 86, de 31 de março de 1938, quando então passou a denominar-se Distrito de "Sangão" e não mais de Distrito "24 de Outubro". 
Como o Distrito de Sangão já possuía condições para ter uma vida própria, a comunidade teve anseio de transformá-lo em Município, e assim, no dia 15 de março de 1992, foi realizado o plebiscito pré - emancipação, onde a maioria dos habitantes compareceram às urnas. 
Tornando realidade o anseio do povo, manifesto através do plebiscito, o Distrito de Sangão foi desmembrado de Jaguaruna, elevado à categoria de Município pela Lei 8.552 de 30 de março de 1992, de acordo com o Diário Oficial do Estado 14.414 de 01 de abril de 1992. Lei esta assinada pelo Excelentíssimo Sr. Governador do Estado de Santa Catarina, Vilson Pedro Kleinubing.
O primeiro habitante do atual Município de Sangão, foi o Sr. Manoel Francisco da Silva, natural de Aratingaúba, Município de Imaruí, que aqui se instalou com sua família para trabalhar na agricultura, já que o solo era bastante fértil. Oficialmente, antes de se tornar Município, esta comunidade recebeu apenas dois nomes: "24 de Outubro" e "Vila Sangão". O nome de "Vila Sangão", conforme a tradição, foi devido a uma enorme sanga que havia na propriedade do próprio fundador. Porém, a maioria dos moradores conheciam a atual sede do município como "Rua do Fogo". 
Diz-se que a origem do nome está ligada aos tropeiros que vieram da região serrana com suas boiadas, com destino ao porto de Laguna. Como a viagem era longa e o melhor acesso a esta cidade, era por Lauro Müller e Morro da Fumaça, onde eles pernoitavam em uma olaria em nosso município. Nesta olaria eles faziam fogueiras para se aquecer e  fazer  comida. Os tropeiros combinavam entre si, que iriam fazer a parada na rua onde existia fogo. Daí a denominação de "Rua do Fogo", nome usado ainda hoje por muitas pessoas.
Benevenuto João Tavares,foi o primeiro professor do Município. Era ele e sua esposa, que lideravam as rezas na comunidade, inclusive a primeira missa foi celebrada em sua casa, pelo Pároco Bernardo Freire. Com ajuda da comunidade, construíram uma capela. Benevenuto doou à Igreja uma imagem de Nossa Senhora do Parto, da qual eram devotos. Então a Capela ficou com o nome dessa imagem, tornando-se a Padroeira do Município de Sangão.
O Município de Sangão, faz parte da microregião de Tubarão e pertence a Associação dos Municípios de Laguna - AMUREL.